Já está marcada a leitura da sentença do caso do homem acusado de, na Póvoa de Varzim, ter abusado sexualmente da filha com seis anos de idade. Vai ser na tarde da próxima terça-feira que o coletivo de juízes vai proferir a sua decisão sobre o julgamento que decorre à porta fechada no Tribunal de Matosinhos. O agendamento é a última novidade de um caso que terá acontecido antes de fevereiro de 2016. No banco dos réus está um homem com 29 anos de idade que, segundo a acusação do Ministério Público, terá aproveitado momentos em que estava com a menina para cometer os crimes. A criança estava entregue aos cuidados da tia, mas o pai podia estar com ela aos sábados à tarde e terá sido nessas ocaisões que, de acordo com a investigação, sucederam os abusos.

PARTILHAR