Aires Pereira reconhece que a Póvoa de Varzim também sofre internamente o efeito provocado pelo poder sedutor do centro da cidade em relação às freguesias, que ficam assim menos povoadas. O presidente da Câmara assume como grande desígnio da sua gestão a eliminação de qualquer diferença de oportunidades na Póvoa por causa da distância ao centro da cidade e por isso o mandato, garante, vai ser pródigo no investimento em equipamentos nas freguesias. Tudo será diferente também, acredita Aires Pereira, quando na Póvoa existir uma rede de transportes públicos eficaz. No final deste ano caducam todas as licenças e o edil está convencido que o novo plano de mobilidade vai esbater todos os problemas de circulação e melhorar a oferta de serviços.

PARTILHAR