No dia 21, de sábado a oito dias, vão ser instalados os novos autárquicos na União de Freguesias de Aver-o-Mar, Amorim e Terroso cuja junta continuará a ser presidida por Carlos Maçães que encabeçou uma lista independente apoiada pelo PSD. Fazemos esta referência porque da ronda que efetuámos logo após o ato eleitoral, ficou pendente a opinião precisamente de Carlos Maçães, mais uma vez reeleito com maioria absoluta. É algo que pode ouvir nos noticiários. O projeto para o futuro foi sufragado pela maioria diz Carlos Maçães, que revela o segredo que no seu entender contribuiu para a maioria: ter feito o que prometeu quatro anos antes e dessa forma ter conquistado a confiança do povo. O apoio do PSD e particularmente de Aires Pereira foi também importante, adianta o autarca.  A assembleia de freguesia de Aver-o-Mar, Amorim e Terroso, vai ter oito elementos da lista AS Força da União (apoiada pelo PSD), dois da lista independente Força da Mudança (apoiada pelo PS), dois do CDS e um do Bloco de Esquerda.

PARTILHAR