Foi encontrada na Póvoa de Varzim uma das aves cobertas com hidrocarbonetos que deram à costa norte do país. Foi aliás na Póvoa o primeiro animal a ser localizado e a partir daí sucederam-se  outros casos em Esposende (Apúlia), Espinho, Vila Nova de Gaia e Viana do Castelo. Ao todo, refere o jornal Público de hoje, foram encontradas 21 aves, três das quais já mortas. As restantes foram enviadas para o Centro de Reabilitação de Animais Marinhos, situado na Gafanha da Nazaré, em Ilhavo. A diretora do Centro contou ao jornal que o foco de poluição tem de ser no litoral português onde já estão as aves há bastante tempo, mas desconhece-se ainda a origem.  Sabe-se que se trata de hidrocarboneto natural como é o petróleo, mas a Agência portuguesa do Ambiente está a analisar as águas para saber o que se passa. Uma reportagem da RTP refere que o maior número de situações sucedeu entre Vila do Conde e Espinho. Se encontrar algum animal na situação descrita avise as autoridades. A limpeza das aves tem de ser feita por especialistas para não ser comprometida ainda mais a saúde das afetadas.

Foto:RTP

PARTILHAR